Receitinha Festiva: Pavlova com chantilly de limão e frutas vermelhas

Oie! Chegamos à última semana das receitas de Natal, e nada melhor para encerrar do que uma sobremesa né? E sobremesa de natal tem que ser cheia de capricho e sabores! Além de beleza e sabores, a receita que trago também é super prática apesar das etapas, e o melhor: pode ser preparada de véspera, tirando a sobrecarga do dia 24!

A pavlova é um doce neozelandês feito de um merengue de claras em forma de bolo e na maioria das vezes é decorado com frutas. Mas cabe a esse doce também geleias, compotas e outros recheios de sua preferência.

Receitinha Festiva: Pavlova com chantilly de limão e frutas vermelhas

Como dito anteriormente, esse doce deve preferencialmente ser feito no dia anterior pois o merengue deve secar por pelo menos 6 horas em forno semi aberto, para que a casquinha crocante se mantenha e o recheio macio fique ainda mais perceptível. Então vamos à receita que é simplíssima mas pede atenção ao ponto do merengue e tempo de forno.

Ingredientes:

Merengue:

  • 6 claras de ovos
  • ½ xícara de açúcar
  • 2 colheres de sopa de amido de milho
  • 1 colher de sopa de vinagre de álcool ou limão
  • 1 pitada de sal
  • 2 colheres de sopa de extrato de baunilha ou 1 de aroma de baunilha.

Recheio:

  • 500g de creme de leite fresco ou mistura para chantilly
  • Raspas e suco de limão meio limão
  • Frutas de sua preferência para decorar

Modo de Preparo:

Antes de mais nada é importante lembrar que o merengue é um doce bem delicado e separar corretamente as claras é primordial para obter ponto de neve, afinal, ao menor pedaço de gema as claras não dão ponto. Lembre-se também de quebrar os ovos separadamente para evitar que um ovo podre cause a perda de todos os outros.

Após separar as claras, bata-as na batedeira em velocidade média e quando a espuma começar a subir acrescente o açúcar de meia em meia xícara dando um intervalo de 3min a cada adição.

Ao final das adições, verifique com as pontas dos dedos se ainda há cristais de açúcar e em caso positivo bata até que se dissolvam totalmente.

Após dissolvidas, acrescente o vinagre, amido de milho, sal e baunilha e bata apenas para misturar esses ingredientes. O ponto do merengue dá-se quando ao virar o batedor, as claras permanecem intactas. Nesse caso o vinagre e o amido além de dar estabilidade, fazem com que o merengue fique com a casquinha crocante.

Receitinha Festiva: Pavlova com chantilly de limão e frutas vermelhas

Corte um disco de papel manteiga de aproximadamente 30cm ou do tamanho de sua fôrma e espalhe o merengue cuidadosamente formando um bolo, se precisar use uma espátula ou mesmo uma colher limpa. Deixe as bordas mais altas que o meio e leve ao forno pré-aquecido a 120º por uma hora. Se seu forno não marcar temperatura, deixe a porta entreaberta apoiada com uma colher de pau e vigie sempre a cocção do merengue que nesse caso deve ser mais lenta, variando até para 1 hora e meia. Cuidado para que não doure demais, o que foi meu caso, mesmo com a porta entreaberta. O ponto é quando você observar rachaduras no merengue ou verificar que a casca está assada e o meio já firme.

O merengue que fiz, como é possível ver nas fotos acima subiu bastante durante o tempo de forno, mas ao final abaixou totalmente. Portanto, cheguei a conclusão que o cremor tártaro que é o ingrediente mais indicado para estabilizar as claras é realmente indispensável. Quem quiser procurar, é facilmente encontrado em loja de artigos de festas, e pelo menos na minha cidade custa pouco mais de R$4. Por descer demais, resolvi fazer outra receita mas também ficou fina, então a opção encontrada foi usar os dois discos e rechear a pavlova com chantilly ao invés de só cobrir.

Para tanto, bata o chantilly e acrescente algumas gotas e raspas de suco de limão para amenizar o doce da receita. O meu chantilly ficou com um ponto mais firme, pois eu ia fazer duas camadas então tive receio do merengue não suportar o peso. Se for apenas cobrir faça mais maleável.

Receitinha Festiva: Pavlova com chantilly de limão e frutas vermelhas

Disponha o chantilly sob o disco de merengue e decore com as frutas e alguns raminhos de hortelã, se quiser, acrescente mais raspas de limão. Se seu merengue permanecer alto. Afunde com cuidado o meio usando os dedos, para que o chantilly entre em contato com o merengue. Usei amoras e morangos para decorar pois estavam bem baratas na minha cidade, mas você pode usar as frutas de sua preferência. Se quiser também saborizar o chantilly ficará igualmente delicioso, basta fazer um creme com o creme de leite fresco e suco da fruta desejada e após esfriar completamente com um papel filme em contato com o creme, bater até o ponto. Cuidado, pois creme de leite batido demais vira manteiga.

Importante: Recheie apenas na hora de servir, pois o chantilly pode encharcar o merengue e o mesmo vai desandar. Então prepare separadamente e após a ceia apenas monte sua linda sobremesa para servir.

Receitinha Festiva: Pavlova com chantilly de limão e frutas vermelhas

Espero que se deliciem com essa pavlova maravilhosa e conte pra gente o sucesso que a receita fez entre os convidados da sua ceia! Feliz Natal para todos e semana que vem tem receitinha deliciosa e prática para quem vai passar o réveillon com os amigos em casa.Beijos, Jana!

 

Escrito por Janaina Soares


Estudante de Engenharia apaixonada por cozinha, moda e beleza. Por aqui compartilharei receitas práticas e deliciosas! Belo Horizonte - MG.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *